Para uma melhor experiência neste site, utilize um navegador mais moderno. Clique nas opções abaixo para ir à página de download
Indicamos essas 4 opções:

Ok, estou ciente e quero continuar usando um navegador inferior.
Geral

Projeto do Colégio Unesc promove momento especial para fortalecer vínculos com os avós

A ação foi realizada com as crianças da terceira série dos anos iniciais (Fotos: Éverton Horacio e Marciano Bortolin/Agecom/Unesc)

Quem nunca se encantou com as histórias de aventuras contadas pelos avós ou pelos desafios superados por eles? A fim de preservar os relatos únicos das pessoas mais maduras e reforçar a presença da família no ambiente escolar, o Colégio Unesc, por meio das turmas da terceira série, realizou o projeto ‘Chá dos Avós’. A atividade foi dividida em dois dias, acontecendo no dia 27 de junho e, no segundo momento, na tarde da última quinta-feira (4/7).

No primeiro dia, os alunos da professora Paula Just Vassoler conheceram a história de três avós, sendo elas: a dona Albertina Serafim Daminelli (beta), dona Edir Miguel e a dona Marlene Possamai Costa. Elas são, respectivamente, avós dos alunos Olívia Daminelli Monteiro, Kauã de Jesus Sebastião e Catarina Costa Padoin. 

Na ocasião, a turma se reuniu em uma grande roda de conversa para acolher e ouvir atentamente cada relato das convidadas. Foi um momento no qual os pequenos puderam ouvir relatos diversos, como, por exemplo, a infância das pessoas no passado. Segundo uma das professoras responsáveis pelo projeto, Paula Just Vassoler, a ação foi organizada e planejada também pela professora Giovana Santos e pela coordenação pedagógica.  

“Essa roda de conversa que teremos hoje com três avós da turma serve para representar os demais avós A ação ocorre porque estamos realizando o projeto memória, por meio do qual se desenvolvem várias atividades focando nessas figuras tão importantes para as crianças que são os seus avós”, explica. 

Kauã de Jesus Sebastião, de oito anos, disse ter aproveitado o encontro ao máximo. Segundo ele, foi possível conhecer a realidade difícil que muitas crianças viveram naquele período.

“Muito bom o encontro de hoje. A gente aprendeu sobre várias coisas sobre o passado que já não existem mais. Uma coisa que chamou minha atenção foi saber que na época em que minha avó era criança, os materiais da escola eram feitos de madeira”, comentou o garoto. 

Já a dona Edir Miguel, revela que também gostou da experiência de poder visitar o colégio. Para ela é importante compartilhar com as crianças da atual geração os benefícios que possuem em relação às dificuldades vividas por sua geração.

“Eu gostei muito da experiência de poder falar com as crianças. Na minha época, brincávamos de coisas simples, como bonecas de pano e amarelinha. Então, é importante passar para os meninos e meninas de hoje tudo de bom que eles têm para que eles possam fazer um aproveitamento de tudo isso”, destaca.

 

Encerramento especial

Durante o segundo dia do projeto, os avós foram recebidos na sala de aula de seus netos. Houve um espaço dedicado ao registro de fotos e em seguida um delicioso café da tarde. 

Mas não acabou por aí, afinal, isso foi apenas o início da tarde. Por voltas das 16h, todos se reuniram no Auditório Ruy Hülse onde houve uma contação de histórias, seguida de algumas apresentações. 

 

 

 

  

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *