Para uma melhor experiência neste site, utilize um navegador mais moderno. Clique nas opções abaixo para ir à página de download
Indicamos essas 4 opções:

Ok, estou ciente e quero continuar usando um navegador inferior.
Geral

Regenera: Tratamento revolucionário
na cicatrização de feridas

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridas
Método inovador desenvolvido pelo pesquisador da Unesc, Paulo Cesar Lock Silveira, devolve a qualidade de vida aos portadores de lesões crônicas
(Fotos e texto: Décio Batista/Agecom/Unesc)

Direto dos laboratórios de pesquisa da Unesc para as salas de curativos das unidades básicas de saúde dos municípios, ambulatórios e hospitais. Regenera,  é um método revolucionário e inovador que vem devolvendo o bem-estar social e a qualidade de vida a muitos portadores de feridas crônicas.  O método está propiciando aos pacientes tratados o alívio da dor, a eliminação do odor, suavizando a aparência das feridas com uma rápida cicatrização. “Muito mais que um método comercial, o mais gratificante é ver a cura alcançada com a nova técnica de tratamento de lesões cutâneas que disponibilizamos”, destaca o criador da proposta de tratamento, Paulo Cesar Lock Silveira, professor pesquisador da Universidade.

Só amputando

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridas“Não tem mais o que fazer, vamos ter que amputar o seu pé”, esta foi a última frase que o morador de São João do Sul, Valdecir da Silva Alves, ouviu do seu médico em Criciúma. Isto aconteceu no mês de outubro de 2021, após descobrir que o seu calcanhar direito estava necrosado. Para a sorte do seu Valdecir, ele recebeu um presente de Natal atrasado. De volta para sua cidade, ao procurar a Unidade Básica de Saúde (USB) do Distrito da Vila Santa Catarina, começou a ser tratado pelo fisioterapeuta Felipe Baggio, com o processo inovador de tratamento de lesões de pele do Regenera, que utiliza equipamentos de fisioterapia na aceleração da cicatrização de feridas crônicas.

Milagre pelas mãos dos profissionais

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridas Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridasO motivo da gravidade do quadro, conforme seu Valdecir, foi o fato de ser diabético e portador de neuropatia, ou seja, não sente dor, não tendo percebido o problema imediatamente. “Duas pedrinhas de brita entraram no meu tênis e penetraram em meu calcanhar. Como eu não sentia o incômodo, não percebi a gravidade. Depois de uns dez dias, quando me dei conta, o pé já estava podre e me dando crise. Fui para o hospital em Criciúma, onde o médico me avaliou e marcou a cirurgia para dia 10 de outubro. Depois do procedimento o doutor me avisou que o meu pé não tinha mais salvação, teria que ser amputado e marcou uma nova operação para dia 21. Foi aí que ele me falou que ou me dava alta ou iria amputar o meu pé”, contou.

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridas Depois de passar um período na casa do filho em Içara realizando apenas curativos paliativos, o morador de São João do Sul retornou para sua cidade onde começou a fazer o tratamento com o fisioterapeuta do Regenera, Felipe Baggio. “Graças a Deus, fui muito bem atendido, muito bem cuidado aqui no posto. Só tenho que agradecer, primeiro a Deus e depois às enfermeiras, bem caprichosas e ao doutor Felipe, que fizeram de tudo e salvaram o meu pé”, comentou emocionado.

Da primeira sessão realizada com a técnica do Regenera, no dia 28 de dezembro, já se passaram cinco meses. O pé do paciente já está completamente cicatrizado e, graças ao tratamento inovador com as ondas milagrosas dos aparelhos de fisioterapias, a cicatrização foi um sucesso. Com mais algumas sessões, a expectativa é de que ele receba alta e possa andar novamente sem o auxílio das muletas.

Técnicos da saúde apoiam o tratamento

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridasA técnica de Enfermagem, Edna Rocha Santos Borba, da Unidade Básica de Saúde do bairro Vila Santa Catarina, é uma das profissionais que vê de perto as conquistas alcançadas com a implantação do Regenera. “Recebemos o seu Valdecir com uma ferida enorme, um caso bem complicado.  Então oferecemos o trabalho do Felipe, fisioterapeuta. Obtivemos ótimos resultados com tratamento de feridas, com a cicatrização praticamente fechada. Aqui na localidade temos bastante casos e todos os pacientes estão tendo uma evolução muito boa. A evolução dos pacientes, a evolução na cicatrização da ferida, a felicidade do nosso munícipe com a cura, é muito gratificante”, expressou.

Município pioneiro

O município de São João do Sul (SC) foi pioneiro ao apostar na proposta apresentada pela startup Regenera. Com a implantação do revolucionário método para tratamento de lesões de pele dentro do serviço de atenção primária à saúde, a Secretaria Municipal de Saúde vem colhendo bons resultados com a resolutividade nos procedimentos realizados e economia com os insumos para curativos.

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridasSegundo a enfermeira da estratégia de saúde da família, da USB Vila Santa Catarina, Nelvi Barreto, foi muito importante a parceria e a implantação do método do Regenera, para o município e para os moradores. “A parceria trouxe muitos benefícios, não só para os pacientes, mas também em relação à economia de insumos com uma redução significativa no uso dos materiais no tratamento das feridas. Também destaco a importância do trabalho multidisciplinar que é feito simultaneamente na atuação junto aos pacientes e o quanto que eles foram beneficiados com esse trabalho de cicatrização das feridas e na recuperação da qualidade de vida”, expressou.

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridasO caso do seu Valdecir é um dos inúmeros relatos obtidos no município. Na mesma localidade o serviço é oferecido à dona Maria de Souza Santos, de 78 anos, que sofre há mais de um ano com problemas de cicatrização em duas feridas na perna direita.

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridasUma úlcera hemorrágica e um ferimento após a queda de uma lata pesada sobre o peito do pé vem incomodando.  Dona Maria relata sua situação com tranquilidade e feliz com o resultado do tratamento do Regenera. “Agora, com este tratamento com o fisioterapeuta Felipe, as feridas estão melhorando bastante. Com as aplicações a minha perna desinchou, saiu a vermelhidão, a circulação melhorou e a dor sumiu. Antes não conseguia dormir, vivia à base de medicamentos, o que causava pressão baixa. Hoje já não tenho mais dificuldades para caminhar. Melhorou tudo”, relatou.

Aplicação do método

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridasFelipe Baggio, fisioterapeuta especializado e sócio da empresa Regenera Tratamento Avançado de Feridas, atua em São João do Sul desde agosto de 2021. “Graças aos procedimentos inovadores aplicados com os recursos eletrofísicos como led, laser, aparelho de microcorrente e ultrassom de alta frequência, utilizados em uma sequência lógica, estamos conseguindo atingir esses resultados positivos e gratificantes. Fechando feridas com mais de dez anos e evitando amputações de membros”, aponta.

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridasCom o Regenera, de acordo com o profissional, é possível devolver aos pacientes a possibilidade de realizar atividades do dia a dia que haviam sido deixadas de lado. Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridas“Conseguimos devolver aos nossos pacientes seu retorno gradativo às suas atividades sociais, propiciando-lhes uma melhor qualidade de vida. Com esta invenção, os benefícios não são só para a população, mas também para a economia do próprio município, com a diminuição da troca de curativo, do uso de medicações, das consultas médicas especializadas e dos exames mais detalhados. Nós estamos reduzindo o tempo de permanência desses pacientes nas USB através do método”, elucidou.

 

Como nasceu o Regenera

Regenera: Tratamento revolucionário <br> na cicatrização de feridasA proposta que hoje transforma vidas foi viabilizada, conforme o criador da estratégia de atendimento Paulo César, graças ao incentivo ao empreendedorismo da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc). Professor e pesquisador da Unesc no curso Fisioterapia e no Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (PPGCS), Paulo é engajado no estudo do tratamento de feridas desde 2001, quando entrou na Universidade e ingressou na iniciação científica. “Desde aquela época eu venho estudando sobre o tratamento de feridas, com o uso de agentes eletrofísicos no auxílio na cicatrização de lesões graves de pele. Meus estudos, transformados em artigos, foram publicados em revistas renomadas internacionalmente. Em 2014, ao retornar para a Unesc após o doutorado em Bioquímica na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), montei um grupo de pesquisa batizado de ‘Grupo de Pesquisa em Proteção e Reparo Tecidual’, no qual o foco era estudar as terapias que auxiliam na cicatrização de feridas”, relembrou.

Com a implantação do Ambulatório de Feridas na Unesc, em 2016, pelo curso de Enfermagem, o pesquisador foi convidado como fisioterapeuta, pelo Centro Especializado em Recuperação (CER), a fazer parte da terapia no auxílio aos pacientes com feridas.

“Foi a partir desta oportunidade que iniciei o desenvolvimento do nosso método inovador Regenera, que conta com a associação de vários equipamentos adaptados para o tratamento de feridas. Ao acompanhar o tratamento, as enfermeiras do ambulatório começaram a relatar uma cicatrização muito acelerada após a aplicação das ondas, correntes e luz. Os resultados apresentados auxiliavam bastante a integração entre os enfermeiros e os fisioterapeutas, tornando a cicatrização muito eficiente” explanou.

Unimed: A primeira oportunidade comercial

Paulo Cesar destaca que em 2018, com o sucesso do método, veio a primeira oportunidade de explorar o método Regenera comercialmente.  “Recebemos o convite da Unimed para a implantação do Ambulatório Avançado no tratamento de feridas, dentro do hospital próprio. Em conjunto com isso foi publicado o acórdão que habilita o fisioterapeuta a atuar no tratamento de feridas. A parceria com a rede foi mantida por três anos, encerrando devido à pandemia”, citou.

Consórcio Cisamrec

O método Regenera, por ser único, vem se destacando no tratamento de feridas, tanto que a empresa já firmou uma parceria com o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) e  com a Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc), o Cisamrec. “Hoje nós estamos atuando em cinco cidades: São João do Sul, Santa Rosa do Sul, Praia Grande, Nova Veneza e Cocal do Sul. Estamos em negociação com outras prefeituras interessadas. Em São João do Sul, o Regenera é um case de sucesso, com quase todos os pacientes que têm feridas, atendidos pela enfermagem e pela fisioterapia.  O Regenera já obteve sucesso ao curar pacientes sofrendo há 14 anos, enfermo que ia ter seu pé amputado, doentes que seriam submetidos a cirurgia e que não foi mais necessária. Este é um bem social e mostra a força e a importância da Unesc, uma Universidade Comunitária, voltada para o ensino, pesquisa e extensão. Sem o apoio da academia, o Regenera jamais sairia do papel”, concluiu.

Prêmio Fapesc

O método inovador e revolucionário, desenvolvido pelo professor e pesquisador da Unesc, conquistou o primeiro lugar no Prêmio Inovação Catarinense “Professor Caspar Erich Stemmer”, na categoria “Agente de Inovação”, em 2021, com a ideia da startup Regenera, hospedada na Incubadora Tecnológica de Ideias e Negócios (ITEC.in), vinculada à Agência de Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia (Aditt) da Unesc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    • Antonio João Jacinto 27 de maio de 2022

      Parabéns Paulo e Sua Equipe!!!