Para uma melhor experiência neste site, utilize um navegador mais moderno. Clique nas opções abaixo para ir à página de download
Indicamos essas 4 opções:

Ok, estou ciente e quero continuar usando um navegador inferior.
Geral

“Pesquisas em filosofia, para que e para quem?” é tema de seminário na Unesc

Evento busca conectar ainda mais pesquisas e pesquisadores aos acadêmicos(Foto: Divulgação)

Com o tema “Pesquisas em filosofia, para que e para quem?”, está acontecendo na Unesc a sétima edição do Seminário de Filosofia e Sociedade, um espaço filosófico e multitemático em que são abordadas discussões contemporâneas com vistas às questões sociais. Os encontros virtuais iniciaram na última quarta-feira (02/6) e seguem até sexta-feira (11/6) com várias palestras e discussões.

Para o coordenador do evento, professor doutor Jéferson Azeredo, trata-se de um espaço destinado para aproximar os acadêmicos dos pesquisadores e do pensamento filosófico. “O evento na verdade é integrador, busca fazer essa interação entre os pesquisadores renomados com os acadêmicos e a universidade. É uma grande conquista estabelecer esses vínculos. É um encontro que interessa a todas as graduações da universidade, porque todas elas buscam conceitualmente também desenvolver as suas pesquisas”, destacou Azeredo.

Com diferentes abordagens, o encontro cria conexões e abre possibilidades de socialização entre os pesquisadores e ouvintes. O evento é desenvolvido em “guarda-chuva”, formato no qual as comunicações, falas, palestras e experiências filosóficas se encontram e se fazem plurais. A programação segue oferecendo mesas de discussão, palestras, oficinas e grupos de pesquisas interagindo sobre os conteúdos propostos e compartilhando, ainda, experiências artísticas variadas.

Pensamentos e formação humana

O tema “Pensamentos filosóficos sobre a formação humana” pautou a noite desta segunda-feira (7/6) no seminário, com a conferência do professor e filósofo Vanderlei Carbonara.

Professor Vanderlei Carbonara foi o conferencista da noite(Fotos: Décio Batista)

“Temos que romper com os fundamentos universais pelo abandono de qualquer télos, predeterminado à educação, abrindo-se portanto a uma educação com novas possibilidades e não de determinações fixas”, comentou o professor, que é docente do Programa de Mestrado e Doutorado da Universidade de Caxias do Sul (UCS), no Rio Grande do Sul. “É preciso, também, romper com uma subjetividade da consciência e ainda romper com uma lógica positivista e seus diversos desdobramentos: o utilitarismo, o funcionalismo e o behaviorismo”, argumentou. “É o que faz da modernidade a hipermodernidade, e entrega-a como uma grotesca e paradoxal metafísica do mercado”, emendou Carbonara.

Ainda na exposição do tema que propôs, “Pesquisa em filosofia: uma possibilidade de compreender fenômenos humanos do nosso tempo”, o professor chamou a atenção às novas perspectivas para pensar a formação na contemporaneidade, advertindo para a necessidade de rupturas. “O diálogo implica em assumir o ser humano como livre de qualquer natureza ou essência, mas também livre de atingir qualquer télos, como possibilidade a se constituir nas relações”, refletiu o filósofo.

A abordagem sobre a dimensão do diálogo, vai ao encontro do que pensa um dos organizadores do seminário. “O diálogo implica comprometimento e estar disposto a ouvir, a assumir que há uma outra possibilidade fora de mim, que também é verdadeira”, expôs o professor Azeredo.

A conferência desta segunda-feira contou com transmissão online pela Unesc TV. Assista clicando aqui.

Inscrições e programação

As inscrições ainda podem ser realizadas no link disponível clicando aqui

O valor da inscrição ajudará na publicação de livros de filosofia e educação que ainda serão editados.

Programação:

02/06 – Quarta-feira – 14h

Mesa Temática –

Pesquisas e discussões do grupo de pesquisa: Hermenêutica e[m] Filosofia e Literatura (UNISINOS)

02/06 – Segunda-feira – 19h

Conferência-

Pesquisa em filosofia: uma possibilidade e compreender fenômenos humanos do nosso tempo

08/06 – Terça-feira – 19h

Palestra – O papel da filosofia na teoria crítica de Herbert Marcuse

10/06 – Quinta-feira

13:30 – Apresentação Oral

Sala de comunicações – apresentação de trabalhos

16:00 –  Roda de Conversa

Mesa de discussão temática do grupo de pesquisa: LITTERA (UNESC)

11/06 – Sexta-feira – 16h

Roda de Conversa 

Discussão temática: gênero e filosofia (UNISINOS) – Um olhar sobre ‘O Segundo Sexo: Fatos e Mitos’ de Simone de Beauvoir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *