Para uma melhor experiência neste site, utilize um navegador mais moderno. Clique nas opções abaixo para ir à página de download
Indicamos essas 4 opções:

Ok, estou ciente e quero continuar usando um navegador inferior.
Geral

Obra organizada por pesquisadores da Unesc evidencia as impressões multifacetadas do período de pandemia

Trabalho iniciou em maio, reunindo materiais para a concretização da iniciativa (Fotos: Reprodução Google Meet)

Os diferentes olhares e experiências no entendimento e enfrentamento do coronavírus foram documentados na obra colaborativa “Interfaces da Covid-19: impressões multifacetadas do período de pandemia”, apresentada ao público nesta terça-feira (22/12). O trabalho foi organizado pelos professores pesquisadores do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva) Jacks Soratto, Cristiane Damiani e Luciane Bisognin Ceretta, a reitora da Unesc.

O objetivo da construção foi dar visibilidade aos fatos, cenas e impressões sociais da luta contra a pandemia, vividos por profissionais das diversas áreas da linha de frente. “Em 26 de maio, quando lançamos o edital, foi muito interessante receber esta proposta e entender que em plena pandemia, e naquele momento com muito mais incertezas, era importante ter um registro dos diferentes ângulos e modos de pensamento. Também entendendo a arte como mecanismo para estimular novos autores. Até aqui, foi um percurso de muitas mãos, com uma profunda análise, envolvimento da Editora e contribuição e condução dos professores. Esta obra é um importante marco para a Universidade e para a sociedade em 2020”, evidenciou o diretor de Ensino de Graduação da Unesc, Marcelo Feldhaus.

A obra, desenvolvida com a EdiUnesc (Editora Unesc) e já disponível gratuitamente no catálogo, reuniu produções que se caracterizam como literárias e artísticas. “É um modo de mostrar as facetas que a pandemia apresenta. Sabemos que continuaremos a enfrentá-la no próximo ano. Com o momento diferente que vivemos, a nossa obra também é diferente. Ela não é composta apenas por texto, e sim por várias categorias dos modos da linguagem”, afirmou Cristiane.

Os trabalhos para o e-book foram selecionados por meio de uma chamada temática. Segundo Soratto, a construção da obra, diante de todo o cenário, foi um desafio. “No ano passado, neste mesmo período, o mundo se deu conta de um surto inespecífico. A partir de 11 de março de 2020, com a declaração da pandemia, a sociedade mudou. Não diferente, nós também passamos por processos de ressignificação. Então, surgiram inquietações e discussões”, explicou Soratto.

Foi a partir destes momentos, percebidos na rotina pelos autores, que surgiu a ideia de documentar reflexões, ensaios, produções artísticas e outros materiais. “Optamos por registrar tudo isso em uma grande obra. Foram mais de 90 inscritos no edital, resultando na escolha às cegas de 65 contribuições”, explicou o professor autor.

O e-book conta com quatro capítulos, dividindo os 49 textos e 17 fotografias que expressam concepções, experiências e arte, apresentadas com criticidade e sensibilidade às situações do cotidiano, deixando mais nítido as movimentações que aconteceram no campo teórico, acadêmico, social e político desse “novo normal”.

Para o editor chefe da EdiUnesc, Dimas de Oliveira Estevam, a obra é uma leitura necessária, diante da diversidade de informações e vivências apresentadas. “Ela traz abordagens e enfoques deste momento pandêmico. Talvez se tivéssemos escolhido uma obra para fechar as atividades da Editora, não teria sido melhor do que este trabalho, que contempla um momento significativo da humanidade e que espelha a atuação da nossa Universidade neste período”, destacou.

O evento de lançamento foi concluído com a apresentação cultural de voz e violão do professor Gladir da Silva Cabral. Conheça os autores. Acesse a obra.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *