Para uma melhor experiência neste site, utilize um navegador mais moderno. Clique nas opções abaixo para ir à página de download
Indicamos essas 4 opções:

Ok, estou ciente e quero continuar usando um navegador inferior.
Geral

Unesc passa a integrar Rede Brasileira de Pesquisa em Direito e Políticas Públicas

Iniciativa propõe o intercâmbio de conhecimento entre oito instituições de ensino do Brasil (Fotos: Divulgação)

A partir desta quarta-feira (27/5) a Unesc passa a integrar a Rede Brasileira de Pesquisa em Direito e Políticas Públicas. O convite foi realizado pelo professor doutor Saulo de Oliveira Pinto Coelho, do PPGDP (Programa de Pós-Graduação em Direito e Políticas Públicas) da UFG (Universidade Federal de Goiás), durante a realização do 4º Colóquio em Políticas Públicas, Gestão Social e Direitos Sociais.

A partir da aceitação, pesquisas do PPGD (Programa de Pós-Graduação em Direito) e do PPGDS (Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico) da Unesc, relacionadas ao tema de estudo da Rede, serão integrados ao seleto grupo com a USP (Universidade de São Paulo), Unisc (Universidade de Santa Cruz do Sul), UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Uniceub (Centro Universitário de Brasília), UFPA (Universidade Federal do Pará), Cesupa (Centro Universitário do Estado do Pará) e UFG.

“A importância do intercâmbio reside no retorno que tanto o Programa de Pós-Graduação em Direito quanto o de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico da Unesc podem dar à sociedade, impactando na formulação de políticas sociais dos gestores locais, de modo a resultar na melhoria das políticas destinadas à sociedade”, avaliou o coordenador adjunto do PPGD, Reginaldo de Souza Vieira.

Colóquio em Políticas Públicas, Gestão Social e Direitos Sociais

Com o tema “Avaliação de políticas públicas para uma efetividade constitucionalmente adequada: desafios para uma avaliação baseada em evidências e orientada ao constitucionalismo democrático”, o professor doutor Saulo de Oliveira Pinto Coelho ministrou o debate e discorreu sobre de que modo o trabalho dos juristas pode auxiliar na avaliação das políticas públicas, quais os cuidados que se deve ter com a  evidência científica no campo da pesquisa do Direito e o porquê da necessidade de uma abordagem adequada das políticas públicas devem ser fundamentadas por meio do constitucionalismo democrático.

O pesquisador ainda complementou sua fala afirmando que a importância das pesquisas científicas desenvolvidas por programas de pós-graduação se encontra na produção de evidências científicas, que permitam pesquisadores levarem aos gestores públicos, argumentos fundamentados, para melhorias das políticas e impactando positivamente na sociedade.

Para o professor doutor Dimas de Oliveira Estevam, representante do PPGDS, a reflexão contribuiu para o enriquecimento do debate inspirando os alunos e pesquisadores no aprimoramento e na qualificação de suas pesquisas.

O Colóquio foi proposto pelo Nuped (Núcleo de Estudos em Estado, Política e Direito), integrado pelo PPGD e PPGDS da Unesc. O evento contou com uma média de presença simultânea de 100 pessoas.

O GIDAFEC (Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Desenvolvimento Socioeconômico, Agricultura Familiar e Educação do Campo), LADSSC (Laboratório de Direito Sanitário e Saúde Coletiva) e a Universidade Federal de Goiás, por meio PPGDP, foram parceiros do Colóquio.

Saulo de Oliveira Pinto Coelho, é doutor em Direito pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e pós-doutorado pela Universitat de Barcelona, da Espanha. A Rede Brasileira de Pesquisa em Direito e Políticas Públicas tem a finalidade de promover o intercâmbio de pesquisas em Direito e Políticas Públicas, além de permitir o compartilhamento de resultados, experiências e a integração de pesquisadores das instituições que compõem a rede.

Postado por Leonardo Ferreira – Agência de Comunicação da Unesc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *