Para uma melhor experiência neste site, utilize um navegador mais moderno. Clique nas opções abaixo para ir à página de download
Indicamos essas 4 opções:

Ok, estou ciente e quero continuar usando um navegador inferior.
Arte e Cultura

“Seres” é a nova exposição
do Espaço Cultural Toque de Arte da Unesc

“Seres” é a nova exposição <br> do Espaço Cultural Toque de Arte da Unesc
Os trabalhos são de autoria da egressa do curso de Artes Visuais Fernanda Baldin
(Fotos: Décio Batista/Agecom/Unesc)

“Seres o que quiseres seres e o que achares que deves seres”, é o que pretende provocar nos visitantes as obras da artista plástica e egressa do Curso de Artes Visuais da Unesc, Fernanda Baldin, que está como atração no Espaço Cultural “Toque de Arte”, no bloco administrativo da Universidade.

A abertura oficial da exposição ocorreu na noite desta terça-feira (24/05), com a presença da artista, familiares, acadêmicos do curso de Artes Visuais, diretora de extensão e convidados. Em 22 anos de existência, que será comemorado em setembro, esta é a 133ª exposição que o espaço recebe e foi contemplada pelo Edital de Exposições Temporárias da Unesc nº 357/2021.

“Seres” é a nova exposição <br> do Espaço Cultural Toque de Arte da UnescA mostra é composta com obras criadas através das técnicas de escultura, desenhos, monotipia, serigrafia e cologravura. A artista ainda propõe aos visitantes que também crie a sua própria arte, em material disponibilizado no espaço.

Os trabalhos selecionados seguem uma linha de processos criativos e de pensamentos, com influência do movimento surrealista, pela hibridização e experimentação da contemporaneidade. O teor das obras são experimentações das misturas entre o humano, animal e vegetal, com substituição ou ausências dos membros.

Exposição aberta

Para a artista Fernanda Baldin, o intuito é de provocar múltiplas interpretações. “É uma exposição aberta, aonde eu trago vários trabalhos em que eu modifiquei o corpo. Cada um vai olhar para esses trabalhos e vai criar suas próprias interpretações, as suas reflexões em cima do que aquele desenho quer lhe dizer, o que a escultura representar. Então é uma mostra onde cabe múltiplas possibilidades” analisou.

Obras indefinidas

Para a egressa da Unesc as obras ainda não estão definidas. “Na minha avaliação, os trabalhos ainda não estão fechados. Eu ainda estou buscando um significado mais amplo. Para mim, eles podem apresentar muitas coisas e eu consigo olhar de várias formas e visualizar várias linhas de pensamento. É muito interessante deixá-los abertos, para que os o público crie sua própria observação, o seu próprio ponto de vista”, diz.

“Seres” é a nova exposição <br> do Espaço Cultural Toque de Arte da UnescRepresentando a coordenadora do Setor Arte e Cultura, Amalhene Baesso Reddig, o produtor cultural, Maxwell Sandeer Flor, destaca que ao realizar editais públicos na Unesc na linguagem das Artes Visuais, é possível colocar as práticas da Política de Cultura da Universidade. “A Fernanda foi selecionada por avaliadores que pontuaram muito bem sua proposta artística, bem como seu projeto expográfico”, comentou.

A coordenadora do Setor, professora Amalhene, a Lenita, destacou a importância da criação do Espaço de Arte. “Estamos realizando a 133° exposição no Espaço Cultural Toque de Arte, no ano que completamos 22 anos de existência. Nossa missão é fortalecer o processo de formação cultural da comunidade interna e externa da Universidade, sendo que as exposições contribuem na ampliação de repertório e reflexão sobre a arte”, citou.

“Seres” é a nova exposição <br> do Espaço Cultural Toque de Arte da UnescA diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, representando a reitora Luciane Bisognin Ceretta, destacou a felicidade da instituição em ter uma egressa expondo suas obras no campus da Universidade. “ Estamos muito felizes por ter uma egressa que participou e foi escolhida pelo edital do Setor de Arte e Cultura, e hoje está expondo as suas obras. Ela nos contempla com uma arte híbrida, uma simbiose do humano com animal e com o vegetal. Seus trabalhos traz um enigma que a flora e faz a pessoa refletir acerca das obras expostas. A Unesc está cumprindo a sua missão institucional e isto nos orgulha porque, foi nossa aluna, seguindo toda a trajetória na Instituição. Aqui ela aprendeu junto com os nossos professores e está fazendo a diferença fora daqui”, expressou.

A exposição estará aberta para visitação mediada do período de 25 de maio a 17 de junho de 2022, sendo que os interessados poderão solicitar via e-mail do Setor Arte e Cultura: cultura@unesc.net

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *